RSS

Aqui deixo

30 maio

 

Daniel Sprick

Daniel Sprick

Aqui deixo
Minhas todas as memórias.
Não sei se fui torpe,
Sujo de linguajar,
Ou de certa forma contundente.
Talvez, pela dificuldade
De me expressar a contento,
De não ter certas as palavras
— com elas tenho lutado uma vida inteira.
Palavras não ofendem,
Nem são capazes de conquistar,
Mas sentimentos
E, talvez, motivações, sim.
Palavras são como vestes de nossos espíritos.
Dizem soberbamente de tudo
E podem ser apenas falsas
Premissas moldadas
Pelo oculto nosso descontentamento,
Ou fantasias de uma felicidade mascarada.
Há alegria em se viver, gozo.
Contudo, há às vezes dor
E a sensação de absoluto fastio.
A vida segue como um rio
De águas outras a cada instante,
Mas o mesmo rio
E mais absolutamente
Nada.

S. Quimas

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em maio 30, 2017 em Poesia

 

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: