RSS

Arquivo da tag: poemas

Meus melhores poemas são curtos e grossos

Rembrandt van Rijn - A ressurreição de Jesus

Rembrandt van Rijn – A ressurreição de Jesus

Meus melhores poemas são curtos e grossos.
Quase frases, balbucios…
Muitas síncopes e silêncios,
Palavras que dizem algo indefinível,
Coisas de significado duvidoso,
Absurdos e controvérsias,
Esgares de uma insanidade impublicável.
Mas são poemas.
O fino extrato
Da mais imensa poesia.
O que lhes falta em sílabas, rimas e versos,
Transbordam-lhes em sensibilidade.
Minha mente não é reta,
Deveria ter dito tal
Em confissão a um padre obscuro
Encarcerado em sua gaiola no confessionário,
Ou ter dito apenas
O tudo a ser dito e mais absolutamente nada.
Mas não…
O poeta é maldito
E lavra poesias atrás de outras,
Feito vulcão que não cessa de cuspir fogo pela boca.
É assim o desejo de tão falar,
Que já não diz nada em absoluto
Com a pretendida coerência.
Melhor dizer da essência
E calar tudo o mais.

S. Quimas

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em fevereiro 13, 2016 em Poesia

 

Tags: , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: