RSS

Arquivo da tag: Sartre

O INFERNO SÃO OS OUTROS – 100 anos do nascimento de Jean-Paul Sartre


Caricatura do filósofo existencialista francês Jean-Paul Sartre por S. Quimas

Caricatura do filósofo existencialista francês Jean-Paul Sartre por S. Quimas

“O importante não é aquilo que fazem de nós, mas o que nós mesmos fazemos do que os outros fizeram de nós”.

Paris do início do século XX, sentado em torno de uma mesa, em um dos muitos cafés no Quatier Latin, você poderia encontrar um grupo agitado e falante de pessoas em acalorada discussão. Entre os membros deste grupo, um destacava-se já de pronto ao espectador, devido à sua cara-de-sapo, com olhos grandes e estrábicos, atrás de óculos grossos montados numa armação preta.

Jamais você adivinharia num primeiro contato, que essa figura esquisita fosse uma das mentes mais brilhantes do século passado.

No ano de 1905, marcado por fatos como a morte de Julio Verne, pai da ficção científica, a guerra entre russos e japoneses, que leva a destruição de toda a armada russa na Batalha Naval de Tshusima, o antológico motim no encouraçado russo Potemkin, em que a tripulação se rebela e fuzila o comandante e vários oficiais, fato que posteriormente leva à condenação dos oitenta marinheiros à morte, as revoltas na Polônia e na Rússia que deixam atrás de si milhares de mortos, a ratificação pelo parlamento francês da lei que separa o Estado da Igreja, a separação entre a Suécia e a Dinamarca através de um plebiscito, a publicação por Albert Einstein da sua Teoria da Relatividade, a rebelião dos soldados da Fortaleza de Santa Cruz, no Rio, contra os maus-tratos, que culminou na morte de um major, um tenente e um sargento, a fundação do Sinn Fein, precursor do IRA (Exército Republicano Irlandês) e por tantos outros fatos, nasce em Paris Jean-Paul Sartre, no dia 21 de junho.

Seu pai, um oficial da marinha, morreu precocemente e aos dois anos de idade, ele e sua mãe, Anne-Marie Schweitzer, foram morar na casa do seu avô materno, Carl Schweitzer, tio do famoso pastor e organista de Bach Albert Schweitzer, Prêmio Nobel da Paz de 1952.

Read the rest of this entry »

 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 6, 2011 em Biografias, Ensaios

 

Tags: , , , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: